‘Um sonho possível’: casal Tuohy afirma que abrirá mão da tutela de Michael Oher


‘Um sonho possível’: casal Tuohy afirma que abrirá mão da tutela de Michael Oher
Foto: Reprodução

Na quarta-feira, 16, em uma coletiva de imprensa realizada em Memphis, nos Estados Unidos, os advogados da família Tuohy, Leigh Anne Tuohy e Sean Tuohy, responderam à recente petição legal de Michael Oher, ex-jogador aposentado da NFL, declarando que o trataram como um filho e estão dispostos a liberá-lo da tutela que ele busca encerrar.

Oher, cuja história de vida foi retratada no filme “Um sonho possível” de 2009, entrou com a petição legal na segunda-feira, 14, alegando que a família Tuohy mentiu para ele sobre sua adoção. Os Tuohys, por meio de seus advogados Randall Fishman e Steven Farese, refutaram essas alegações durante a entrevista coletiva.

Notícias Relacionadas


O advogado Randall Fishman afirmou que em declaração a família disse que rescindirá a tutela: “Se é isso que ele quer fazer é rescindi-lo, ficaremos felizes em fazê-lo. Na verdade, é nossa intenção oferecer a entrada em um pedido de consentimento no que se refere à tutela e, se eles tiverem outros problemas, lidaremos com eles.”

Uma das questões levantadas foi por que Oher não foi adotado durante os procedimentos legais iniciais. Fishman explicou que a adoção formal não era o foco principal para os Tuohys na época. O importante era torná-lo parte da família para satisfazer os requisitos da NCAA (Associação Atlética Universitária Nacional), já que Sean Tuohy era um incentivador da universidade.

A relação entre Oher e os Tuohys foi notória graças ao filme que retratou sua vida e como ele foi ‘acolhido’ pela família. No entanto, Oher alega que a família ganhou muito dinheiro com o filme, ao passo que ele não recebeu uma parte justa dos lucros. Os advogados afirmam que cada membro da família recebeu a mesma quantia em dinheiro, aproximadamente US$ 100.000 por pessoa, e que os lucros foram divididos entre os membros da família, incluindo Oher.

Os advogados também enfatizaram que os Tuohys não controlavam os contratos de Oher nem dividiam o dinheiro dele. Eles afirmaram que a família proporcionou amor, carinho e apoio financeiro durante seus anos de faculdade.

Sobre a petição para encerrar a tutela, os advogados mencionaram que não tinham pensado nisso antes e afirmaram que Oher era autônomo em suas finanças e negociações contratuais. Eles também alegam que, nos últimos 10 anos, Oher e os Tuohys estiveram separados, e Oher teria se tornado mais vocal e ameaçador.

Em resposta às declarações da família Tuohy, o representante de Michael Oher reafirmou seu apoio a ele e acredita que a justiça será feita com base nos fatos apresentados em tribunal.

Notícias Recentes




Comments





Source link

Leave a Comment