Toy e Rui Melo deixam mensagem especial a Mico da Câmara Pereira


“Temos idade para ter juízo, mas é uma coisa que também não é muito bom ter muito.”

Mico da Câmara Pereira foi um dos convidados de Manuel Luís Goucha, esta quinta-feira, na TVI, e recebeu uma mensagem especial dos seus amigos Rui Melo e Toy.

Rui Melo e Mico da Câmara Pereira conheceram-se há longos anos, quando o ator entrou para a tuna e fazem diferença de 11 anos: “O Rui, quando entra, era tão pequenino que o único instrumento que lhe cabia era o cavaquinho”.

Os dois chegaram “a trabalhar juntos e a morar juntos, praticamente, durante uns anos”, e formaram também uma banda, tendo lançado ainda um CD em conjunto.

“Queria dizer que gosto muito de ti. Somos amigos há muitos, muitos anos. Há pessoas que temos de aguentar uma vida inteira. Vemo-nos pouco, acho que deveríamos fazer esforços para nos vermos mais”, disse Rui Melo.

“És uma pessoa muito importante na minha vida, tu sabes disso. És uma espécie de um irmão, sempre te considerei assim. Portanto, desejo-te sempre o melhor do mundo, a ti e aos teus”, continuou o ator.

“É um irmão, o irmão mais novo”, comentou Mico da Câmara Pereira.

Relativamente a Toy, conheceu-o no Velho Páteo de Santana, uma casa de fado em Lisboa, em 1990, e, mais recentemente, cruzaram-se no programa da TVI “A Tua Cara Não Me É Estranha”.

“Aparecia lá com alguma regularidade, com aquele vozeirão, a cantar aqueles fados… Ele canta tudo”, referiu Mico da Câmara Pereira.

“Grande Mico, cá estou para te dar um abraço, para te dizer que te conheço desde 1990, no Páteo Santana, que era do teu irmão”, começou por afirmar Toy.

“Essa amizade que se manteve durante este tempo todo, porque, realmente, temos uma forma de estar na vida bastante idêntica, somos basicamente da mesma idade e somos pessoas que gostamos de ser felizes, da amizade, de nos divertirmos e de coisas sérias”, declarou ainda o músico.

“Gostamos também de pensar que a educação e a cultura são fundamentais numa sociedade e isso também faz parte da nossa essência, da nossa génese, da nossa maneira e início de vida. Gosto mesmo muito de ti, já nos divertimos imenso. (…) Temos idade para ter juízo, mas é uma coisa que também não é muito bom ter muito”, admitiu ainda Toy.

Veja aqui e aqui o momento.





Source link

Leave a Comment