Santos não quer liberar Marcos Leonardo e caso pode ir para a Justiça


O técnico do Santos, Diego Aguirre, espera que o atacante Marcos Leonardo se reapresente nesta segunda-feira (14) ao elenco e possa estar à disposição para os treinamentos e também para o jogo contra o Grêmio no próximo domingo (20), às 16h, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro.

Com proposta da Roma, da Itália, o jogador não viajou para o Ceará, onde o Peixe foi goleado pelo Fortaleza na noite deste domingo (13), por 4 a 0, na Arena Castelão, pela 19ª rodada do Brasileirão.

Segundo o coordenador de futebol Alexandre Gallo, a proposta recebida pelo Santos não interessa ao clube e o jogador terá que se reapresentar. Se não o fizer, o caso pode acabar nos tribunais.

“Do lado do Santos é uma situação que está definida, esperamos muito contar com ele de maneira efetiva, e se isso não acontecer o Santos vai tomar as precauções, temos um [departamento] jurídico competente, mas não queremos chegar nessa situação. Os valores apresentados não atendem ao que o Santos deseja e queremos o atleta para nos ajudar. É um bom menino, tem talento, jogador de Seleção Brasileira. Conversei com ele mais de uma hora, disse que o Santos nos últimos 20, 30 anos jamais deixou de vender seus talentos, mas queremos ele agora para nos ajudar o mais rápido possível”, disse Gallo.

A imprensa italiana tem noticiado que Marcos Leonardo alinhou um contrato até 2028 com a Roma, e que poderia buscar uma rescisão na Justiça com alegações de atrasos em valores que deveria receber do Santos. O clube da Vila Belmiro diz estar resguardado com relação a isso.

“Não tenho certeza, mas acho que o Marcos Leonardo vai estar para nos ajudar, para jogar, nós precisamos dele e tomara que tenha um acordo entre diretoria e jogador. Para nós é muito importante que ele fique aqui até o final do ano”, disse Diego Aguirre.


Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas



Source link

Leave a Comment