Foram registados 4 sismos em Peniche, Montemor-o-Novo e Portimão nas últimas horas – NiT


Foram registados 4 sismos em Peniche, Montemor-o-Novo e Portimão nas últimas horas

O primeiro abalo, de magnitude 2,4 na escala de Richter, aconteceu às 22h16, perto de Montemor-o-Novo, no distrito de Évora.

Aconteceram na noite de segunda-feira.

Um sismo com magnitude 3,0 na escala de Richter foi sentido na madrugada desta segunda-feira, 14 de agosto, perto de Peniche, no distrito de Leiria. O abalo ocorreu à 1h44 e o epicentro localizou-se “cerca de 25 quilómetros a oeste de Peniche”, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). O tremor de terra não causou quaisquer danos pessoais ou materiais. Até ao momento, não foi recebida “nenhuma informação confirmando que este sismo tenha sido sentido” pela população.

Por volta das 6h30 foi registado outro abalo na zona de Portimão, com magnitude de 2,2 — e não foi o único a ser sentido. Horas antes, o IPMA anunciou outros dois sismos. O primeiro com magnitude 2,4 na escala de Richter e o segundo com magnitude 2,9. Foram registados às 22h16 e 22h24, respetivamente, de domingo, perto de Montemor-o-Novo, distrito de Évora.

“De acordo com a informação disponível até ao momento, os sismos não causaram danos pessoais ou materiais e foram sentidos com intensidade máxima IV (escala de Mercalli Modificada) na região de Montemor-o-Novo”, refere o IPMA.

Na escala de Richter, os sismos são classificados de acordo com a sua magnitude, dividindo-se em micro (menos de 2,0), muito pequeno (2,0 a 2,9), pequeno (3,0 a 3,9), ligeiro (4,0 a 4,9), moderado (5,0 a 5,9), forte (6,0 a 6,9), grande (7,0 a 7,9), importante (8,0 a 8,9), excecional (9,0 a 9,9) e extremo (superior a 10). 

Já a escala de Mercalli Modificada mede os “graus de intensidade e respetiva descrição.” Quando há um tremor de intensidade IV, o abalo é “sentido dentro de casa e os objetos pendentes baloiçam”. Sentimos também uma “vibração semelhante à provocada pela passagem de veículos pesados”, explica o IPMA. A escala prolonga-se até uma intensidade XII, onde se verificam “grandes massas rochosas deslocadas, conformação topográfica distorcida e objetos atirados ao ar”, descreve o instituto.




Source link

Leave a Comment