Morreu Robbie Robertson, guitarrista e compositor dos The Band


Morreu aos 80 anos o músico Robbie Robertson, membro fundador e principal compositor dos The Band, uma das forças motrizes do ‘roots rock’, folk rock e ‘americana’ na viragem dos anos 60 para os 70.

Segundo a “Pitchfork”, a causa de morte não é conhecida, referindo o “TMZ” que o artista lutava contra um cancro na próstata. De acordo com comunicado emitido através das redes sociais do artista, “estava rodeado pela família na hora da morte”.

Nascido em Toronto, no Canadá, a 5 de julho de 1943, começou por tocar rock nos The Suedes, na adolescência, juntando-se depois à banda do norte-americano Ronnie Hawkins, os Hawks. Foi aí que conheceu os músicos que viriam a fazer parte dos The Band: Levon Helm (bateria), Richard Manuel (piano), Rick Danko (baixo) e Garth Hudson (teclados), multi-instrumentistas proficientes noutras valências além das inerentes ao instrumento principal.

Em 1964, o grupo foi convidado por Bob Dylan para ser a banda de apoio do até aí cantor e compositor folk na sua primeira digressão elétrica. Nasciam os The Band, numa parceria que se cessaria em 1966 após o famoso acidente de motorizada de Dylan, sendo retomada em 1974 num ‘comeback’.

Como banda de direito próprio, e com Robertson ao leme, o grupo lançou dois álbuns seminais da ‘americana’ e do country-rock, “Music From Big Pink” (1968) e o disco homónimo do ano seguinte. Esse percurso chegou até 1976, tendo rendido canções de sucesso como ‘The Weight’, ‘Up On Cripple Creek’, ‘Don’t Do It’ e ‘On a Night Like This’ (esta com Dylan).

O passo seguinte de Robertson seria o envolvimento em bandas sonoras, sendo destacada a parceria com Martin Scorsese em “Touro Enraivecido” (1980), “O Rei da Comédia” (1983), “Casino” (1995), “Gangs de Nova Iorque” (2002), “The Departed – Entre Inimigos” (2006), “O Lobo de Wall Street” (2013) e “O Irlandês” (2019). Fê-lo enquanto compositor, consultor e produtor.

Lançou seis álbuns a solo, o último dos quais, “Sinematic”, em 2019.

Jaime Royal Robertson, de seu verdadeiro nome, foi casado duas vezes e teve três filhos.



Source link

Leave a Comment