Morreu Rodriguez, o músico que o documentário “À Procura de Sugar Man” resgatou ao silêncio


Morreu Sixto Rodriguez, o músico norte-americano cuja história invulgar foi contada, em 2012, no documentário “Searching for Sugar Man”. O cantor-compositor tinha 81 anos. A notícia foi dada no seu site e nas suas redes sociais.

Nascido em Detroit, no estado norte-americano do Michigan, Rodriguez era filho de imigrantes mexicanos e gravou dois álbuns: “Cold Fact”, em 1970, e “Coming to Reality”, em 1971. Perante a falta de impacto dos discos, o artista desistiu da música e dedicou-se a outros trabalhos, tendo, em 1981, concorrido ao cargo de mayor de Detroit.

Porém, e como contado no premiado documentário, a sua música obtivera grande sucesso na África do Sul, tendo as suas canções sido adotadas como hinos anti-apartheid. Muitos fãs sul-africanos acreditavam que Rodriguez já tinha morrido. Em 1988, ao descobrir que era popular naquele país, norte-americano visitou a África do Sul, dando concertos para milhares de espectadores em delírio.

Em 2009, os seus álbuns foram reeditados pela Light in the Attic e, em 2012, a sua história foi contada num filme que ganhou o Óscar de Melhor Documentário (Malik Bendjelloul, o realizador, faleceria em 2014), valendo ao músico a possibilidade de dar grandes concertos em todo o mundo.



Source link

Leave a Comment