Messi fez dois golaços mas Inter Miami teve de ir aos penáltis para estar nos quartos da Taça das Ligas – Major League Soccer


O Inter Miami venceu o FC Dallas por 5-3 nas grandes penalidades, depois de um fantástico 4-4 no tempo regulamentar, e apurou-se para os quartos de final da Taça das Ligas. O argentino Linoel Messi voltou a estar em evidência, com dois golos e ainda marcou um dos cinco penáltis da formação de Miami.

O capitão da seleção argentina abriu o marcador logo aos 6 minutos e, após o Dallas virar e chegar ao 4-2, o craque empatou o jogo num fantástico livre direto, aos 85. Nas grandes penalidades, Messi converteu o primeiro do Inter e um erro do norte-americano Paxton Pomykal decretou a eliminação do Dallas.

Messi abriu a contagem num remate em arco à entrada da área aos 6 minutos, o que parecia anunciar uma vitória fácil no seu primeiro jogo fora de casa, em que atuou ao lado de seus ex-companheiros de Barcelona, Jordi Alba e Sergio Busquets. Precisamente, foi Alba, lembrando os seus melhores momentos na equipa catalã, quem fez a assistência para o primeiro golo de Messi.

O VAR teve de intervir no lance para esclarecer se Josef Martinez tinha obstruído a visão do guarda-redes. O venezuelano desta vez não esteve bem e desperdiçou várias oportunidades de golo, inclusive algumas com passes do próprio Messi.

A partir daí o ritmo do jogo cresceu. Os locais começaram o dia com uma guerra psicológica que parecia anunciar o que estava por vir. Grandes chamas de fogo emanavam do escudo do FC Dallas no Toyota Stadium: estavam preparados para defender seu território.

Os gritos de “yee haw” das bancadas empurravam o seu ataque com Facundo Quignon, Bernardo Kamungo e Jesús Ferreira.

Foi o argentino Quignon quem, após um cruzamento de Marco Farfán, marcou aos 37 minutos. E então Bernard Kamungo, aquele que sonhava ser jogador de futebol quando jogava com bolas feitas de sacos de plástico num campo de refugiados na Tanzânia, pareceu enterrar as esperanças de Messi.

Depois de um contra-ataque em que triangulou com Alan Velasco e Jesús Ferreira, o africano superou o guarda-redes Drake Callender e marcou o segundo para os donos da casa aos 45 minutos.

O terceiro para o Dallas foi marcado por Alan Velasco e o quarto foi um autogolo de Robert Taylor, que voltou para apoiar a defesa e acabou a marcar na própria baliza.

– Reação e golaço de Messi –

Os donos da casa estavam dispostos a arrasar os adversários. O capitão Ferreira pressionava, enquanto os jogadores de camisa rosa não encontravam espaços e desesperavam. Talvez tenha sido o calor que ultrapassava os 35ºC, ou quem sabe o primeiro dia fora de casa que tenha desequilibrado a equipa de Miami.

Mas não desanimaram. A entrada do norte-americano Benjamín Cremaschi trouxe maior dinâmica à partida e foi ele quem marcou o segundo para o Inter. Depois Marco Farfán marcou um autogolo aos 80 minutos.

Por fim, Messi voltou a marcar, de livre direto, aos 85, levando o duelo para as grandes penalidades. As bancadas, que se tinham silenciado e mantinham os telemóveis ligados para registrar a façanha, voltaram a gritar: “Messi, Messi!”

O Inter de Lionel Messi, melhor marcador da prova com sete golos em quatro jogos, defrontará agora o Houston Dynamo ou Charlotte nos quartos de final, que começam a 11 de agosto.

Ficha de jogo

Golos:

FC Dallas: Facundo Quignon (minuto 37), Bernard Kamungo (45), Alan Velasco (63), Robert Taylor (gol contra, 68).

Inter Miami: Lionel Messi (6 e 85), Benjamin Cremaschi (65), Marco Farfán (gol contra, 80)

Decisão nos penáltis:

FC Dallas: Paul Arriola (golo), Paxton Pomykal (fora), Facundo Quignon (golo), Jesús Ferreira (golo)

Inter Miami: Lionel Messi (golo), Sergio Busquets (golo), Leonardo Campana (golo), Kamal Miller (golo), Benjamin Cremaschi (golo)

Equipas

FC Dallas: Maarten Paes – Geovane Jesus (Ema Twumasi, 77), Nkosi Tafari, Sebastien Ibeagha, Marco Farfan – Sebastian Lletget (Paxton Pomykal, 69), Facundo Quignon, Alan Velasco (Tsiki Ntsabeleng, 77) – Bernard Kamungo (Eugene Ansah, 59), Jáder Obrian (Paul Arriola, 59) e Jesús Ferreira. Técnico: Nico Estévez.

Inter Miami: Drake Callender – DeAndre Yedlin (Robbie Robinson, 75), Sergii Kryvtsov, Kamal Miller, Jordi Alba – Sergio Busquets, Dixon Arroyo, Diego Gómez (Benjamin Cremaschi, 64) – Robert Taylor, Lionel Messi e Josef Martínez (Leonardo Campana, 75). Técnico: Gerardo Martino.





Source link

Leave a Comment